concursos, exposições, curiosidades... sobre arte
escolhidos por MARIA PINTO
(Maria Regina Pinto Pereira)

http://maregina-arte.blogspot.com/

sábado, 20 de agosto de 2011

SP-Arte/Foto 2011 reúne 26 galerias no Shopping Iguatemi


SP-Arte/Foto 2011 reúne 26 galerias no Shopping Iguatemi

A 5ª edição da SP-Arte/Foto 2011, feira organizada por Fernanda Feitosa da SP Arte, ocorre entre 14/09, às 16h (para convidados), e 18/09/11, ocupa um espaço de 2.100 m², no shopping Iguatemi. O evento reúne cerca de 750 obras de 26 galerias brasileiras e internacionais e apresenta ao público obras de artistas como Albano Afonso, Lucia Koch, Caio Reisewitz, Massimo Vitali, Robert Polidori, Luiz Braga, Geraldo de Barros, Claudia Jaguaribe, Thomas Farkas e Marina Abramovic, entre outros. Para aprofundar assuntos relacionados ao universo da fotografia, Denise Gadelha organiza um ciclo de debates e palestras gratuitas com artistas, críticos e convidados internacionais, como o curador e crítico peruano Jorge VillaCorta. Em 17/09/11, no período da tarde, ocorrem lançamentos dos livros de Pedro Martinelli e do fotógrafo da National Geographic Loren Mcintyre (já falecido). Participam as galerias: Arte 57 (SP), 1500 Gallery (USA), ArtEEdiçõesLtda (SP), Arterix (SP), Baró Galeria (SP), Casa Triângulo (SP), Central Galeria de Arte (SP), Dan Galeria (SP), Escritório de Fotografia Luiz Porchat (SP), FASS (SP), Fauna Galeria (SP), Fotospot (SP), Galeria da Gávea (RJ), Galeria de Babel (SP), Galeria Leme (SP), Galeria Motor (SP), Galeria Nara Roesler (SP), Galeria Senda (Espanha), Galeria Transversal (SP), H.A.P. Galeria (RJ), Instituto Moreira Salles (SP), Luciana Brito Galeria(SP), Lume Photos (SP), Mônica Filgueiras Galeria de Arte & Eduardo Machado (SP) Pequena Galeria 18 (RJ) e Zipper Galeria (SP).-Mais infornações: www.sp-arte.com


Fonte: Mapa Das Artes

Jornada Fotográfica registra ‘São Paulo nas alturas’


Jornada Fotográfica registra ‘São Paulo nas alturas’

Encontro de interessados em fotografia acontece dia 28 de agosto, a partir das 9h
O projeto Jornada Fotográfica que já registrou a Rua 25 de Março e o Edifício COPAN, entre muitos outros locais, neste mês traz uma proposta diferente. Intitulado “São Paulo nas Alturas” o encontro que acontece dia 28 de agosto, a partir das 9h, leva os participantes para o alto de três importantes edifícios da capital: O Palácio Anchieta, a Galeria Olido e o Edifício Martinelli.

Segundo André Douek, organizador do evento, o objetivo é registrar e conhecer a cidade por meio de uma nova perspectiva, uma vez que poucos tem o privilégio de subir nos arranha-céus que figuram entre os mais famosos da cidade. “A atividade conta ainda com um guia de turismo, que conduzirá a caminhada e contará a história das ruas e edifícios durante o percurso”, afirma Douek.

Fotógrafos, videomakers, arquitetos, historiadores, sociólogos e ambientalistas são o público alvo desta jornada, que não exclui mesmo aqueles que não possuem nenhuma experiência prévia. A sugestão é que os participantes realizem cerca de 30 imagens. As imagens escolhidas na seqüência, pelo grupo e coordenador, ficarão expostas no Arquivo Histórico Municipal.

A atividade é gratuita é os interessados devem realizar suas inscrições até o dia 25 de agosto pelo e-mail adouek@prefeitura.sp.gov.br ou pelo telefone 3105-2030, disponibilizando seu nome completo e telefone pra contato.

Serviço: Inscrições até dia 25/08. Enviar e-mail com telefone de contato para: adouek@prefeitura.sp.gov.br . Informações: 3105-2030. Jornada: dia 28/08, das 9h às 17h. Ponto de encontro: Ponto de encontro na Câmara Municipal de São Paulo – Palácio Anchieta – Viaduto Jacareí, 100, Bela Vista. Grátis (exceto gastos com laboratório)

Veja o Roteiro Completo:

Dia 28/8 – São Paulo nas Alturas

Das 09h00 às 12h00:
Saída Fotográfica
Saída para documentar fotograficamente locais e eventos interessantes da cidade de São Paulo. As imagens devem refletir o interesse de cada participante pela fotografia, pelo assunto ou pelo local fotografado. Podem ser paisagens, imagens de ação ou retratos, na área delimitada para o passeio e no prazo de três horas. A sugestão é a realização de 30 imagens para um período de três horas.

Das 12h00 às 14h00: Laboratório / Almoço
Enquanto os fotógrafos almoçam, as imagens são reveladas e ampliadas por um laboratório profissional. Cada participante arca com as despesas de revelação e ampliação de suas próprias imagens.

Das 14h00 às 17h00: O grupo de fotógrafos faz a seleção e a edição das imagens sob coordenação do professor e fotógrafo André Douek, em vista de uma exposição.

desenho artístico - SENAC



Senac recebe inscrições para curso de desenho artístico

O Senac São Paulo recebe inscrições para o novo curso Desenho Artístico, no qual o aluno aprende a desenhar aplicando técnicas do desenho artístico, desenvolvendo e aprimorando um estilo pessoal por meio do uso de materiais expressivos, a fim de articular sua produção em áreas como artes plásticas, comunicação visual e design. A atividade tem carga horária de 60 horas. Mais informações: www.sp.senac.br/

http://www.sp.senac.br/jsp/default.jsp?newsID=DYNAMIC,oracle.br.dataservers.CourseDataServer,selectCourse&course=4060&testeira=453&type=L&template=395.dwt&unit=NONE
Al. Barros, 910 - SÃO PAULO - SP
CEP:01232-000
Telefone:(11) 2178-0200
Fax:(11) 2178-0226
e-mail:santacecilia@sp.senac.br
 



Local de Realização


Calendário
9h-12h30

9h-12h30

9h-12h30



Aulas
Início: 10/10/2011 e término: 25/11/2011

Vagas
12

Valor
R$ 635,00

Reunião do CBEC – Conselho Brasileiro de Entidades Culturais e Lançamento do Pontão Interações Estéticas – Sindicato Nacional dos Artistas Plásticos


Reunião do CBEC – Conselho Brasileiro de Entidades Culturais e
Lançamento do Pontão Interações Estéticas – Sindicato Nacional dos Artistas Plásticos

30 de Agosto , Terça-feira - 17h
Local: SESC Pinheiros – Rua Paes Leme, 195 – Auditório 3º andar – Pinheiros – São Paulo - SP

Pauta:
CULTURA E RESPONSABILIDADE SOCIAL


mais uma semana da exposição: DIÁLOGOS: um Olhar sobre a Escola de Xilografia do Horto


graças ao sucesso de público e crítica, a exposição
Diálogos:
um olhar sobre a Escola de xilografia do Horto

ficará aberta até dia 28 de agosto!
portanto aí dá tempo de fazer um passeio até o Horto e ver as xilogravuras.



Museu Florestal Octavio Vecchi


Rua do Horto, 931 - Horto Florestal - São Paulo - SP – Brasil


Tel.: 11 - 2231 8555 - Ramais 2063 e 2053




Terça à Sexta das 9h às 12h e das 13h30 às 16h30 e

Domingo das 10h às 15h30,

por cuidados técnicos em dias chuvosos o Museu não abre.



Estarão expostas estampas produzidas a partir de todas as 417 matrizes 
do acervo do Museu Florestal Octavio Vecchi e 
um diálogo xilográfico de 15 artistas que produziram uma obra a partir da inspiração das xilogravuras da década de 40.

ARTISTAS PARTICIPANTES
André de Miranda
Cleber Alexsander
Cleiri Cardoso
Florian Foerster
Francisco Maringelli
Georgina Torres
Gilberto Tomé
Luciano Ogura
Maria Pinto
Maura de Andrade
Márcio Pannunzio
Miriam Zegrer
Sérgio Antunes Kal
Ulysses Bôscolo
Yili Rojas

Street Artists in Tel Aviv

Museum Hosts Works by Most Prominent Street Artists Currently Active in Tel Aviv



Some of these works are remarkably large, while others are small and almost invisible.

TEL AVIV.- In recent years, the streets of Tel Aviv – especially those in the city's central and southern neighborhoods – have been flooded with visual images, which pop up on the exteriors of abandoned houses and on other types of walls. These images range from simple slogans to complex graffiti inscriptions and carefully planned, colorful compositions.

Some of these works are remarkably large, while others are small and almost invisible; what characterizes them all is the bold and innovative relationships they forge with the surrounding urban environment. Created by various artists, these images are defined by different stylistic choices and techniques (ranging from the use of spray paint or acrylic paint to stenciling and the addition of pasted elements). Some of these works are painted in color, while others are black-and-white. They are all characterized by a clandestine and illegal production process, which usually takes place in areas that are not closely surveyed by the police and by city authorities. It is precisely in such areas that passersby may suddenly discover a new world – one where gray walls glow with colorful, creatively designed images, whose language quickly becomes familiar to those in the know.

The artists participating in this exhibition are among the most prominent streets artists currently active in Tel Aviv, and their works are visible throughout the city. Passersby have become familiar with Know Hope's figures (whose eyes are always closed), Klone's foxes, Adi Sened's mini-boxes, Foma<3's delicate figures, and the colorful compositions created by other artists. These artists are all motivated by a love of art and by a desire to express their emotions and to appeal to the largest possible number of passersby (the majority of whom do not visit museums and galleries).

This exhibition introduces these creators into the Tel Aviv Museum, and features their artworks on its white walls. In doing so, it strives to underscore the legitimacy of this unique art form, which is characterized by its own language, and to integrate it into artistic discourse.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011